Maternidade equivale a mais de dois empregos, mostra pesquisa

22/03/2018

Ser mãe é ter um trabalho em tempo integral, certo? Errado! Um estudo americano que acompanhou a programação semanal de 2.000 mães, com filhos entre 5 e 12 anos, revelou que o “ofício” equivale a 2,5 empregos em tempo integral.

A pesquisa, realizada pela companhia norte-americana Welch´s Foods, constatou que a média de tempo gasto pelas mães em seus afazeres diários é de 98 horas por semana, mais que o dobro de um trabalho cuja carga seja de 40 horas semanais. A jornada dessas mães começa por volta de 6h23 e termina aproximadamente às 20h31.

Elas não param! Mesmo nas horas vagas, sempre aparece alguma tarefa. E, obviamente, nem sempre há perspectiva de descanso no final de semana. A maior parte dessas mães relatou que consegue ter pouco mais de uma hora diária para si mesmas. Usam este tempo para ir ao banheiro ou tomar um banho rápido –de preferência sem a companhia dos filhos, o que é uma realidade distante principalmente para quem tem crianças mais novas.

Válvulas de escape

Ao questionar sobre o que fazem para tentar amenizar a carga, a lista de artifícios mencionados foi extensa. Além de contar com ajuda de babás, amigos ou familiares, elas recorrem ao Netflix –sim, o sonho é não colocar a criança para ver televisão, mas em alguns momentos é a única saída–, brinquedos e eletrônicos como iPads. Se o tempo está curto, apelam para refeições pré-cozidas. E para relaxarem ao fim do dia, ou no momento que sobrar, se dão ao luxo de uma taça de vinho. Para dar conta da carga extensa, ainda consomem muito café e tiram um cochilo quando possível.

Porta-voz da Welch´s, o executivo Casey Lewis explicou que “a principal conclusão da pesquisa é sobre o quão exigente é o papel de mães ou cuidadores principais dos filhos”. Logo, essas pessoas precisam de toda a ajuda que houver, uma vez que seria impossível manter um ritmo saudável numa rotina como esta.