Junho Vermelho: o que você precisa saber para doar sangue

21/06/2017

Durante o inverno, é comum que os bancos de sangue do país fiquem desfalcados, já que essa é a temporada de doenças respiratórias e também quando as pessoas menos saem de casa. Por isso, foi criada, em 2014, a campanha Junho Vermelho, cuja proposta é alertar para a importância de fazer a doação mesmo nessa época do ano.

Seja uma doadora

  • Para doar sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos de idade, pesar mais de 50 quilos, estar descansada (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas), estar alimentada (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação) e apresentar documento original com foto recente.
  • Também é preciso estar atenta ao intervalo entre doações. Mulheres devem esperar 90 dias entre um procedimento e outro; já os homens têm que aguardar 60 dias.

Impedimentos temporários

Resfriado: aguardar 7 dias após desaparecimento dos sintomas.

Gravidez: 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana.

Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses).

Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação.

Tatuagem/maquiagem definitiva nos últimos 12 meses.

Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses.

Extração dentária ou tratamento de canal: por 7 dias.

Cirurgia odontológica com anestesia geral: por 4 semanas.

Acupuntura: se realizada com material descartável: 24 horas; se realizada com laser ou sementes: apto; se realizada com material sem condições de avaliação: aguardar 12 meses
Vacina contra gripe: por 48 horas.

Herpes labial ou genital: apto após desaparecimento total das lesões.

Febre amarela: quem tomou a vacina deve aguardar quatro semanas; quem contraiu a doença deve aguardar 6 meses após recuperação completa (clínica e laboratorial); e quem esteve em região onde há surto da doença deve aguardar 30 dias após o retorno.

Fonte: http://boaforma.abril.com.br/saude