Videira recebe o Via Atacadista

Na manhã desta terça feira, 05/02, inaugurou mais uma loja do Grupo Passarela, o Via Atacadista. Agora em casa, oferece a seus clientes um novo formato de loja, com 6.800m² de área construída e 3.000m² área de vendas. Por atender o varejo e o atacado, a estrutura é diferenciada e seu mix de produtos ultrapassa mais de 10 mil itens em promoção.
Na oportunidade estiveram presentes a família Simioni, fundadores da rede Passarela Supermercados, direção, autoridades locais, fornecedores e um grande número de clientes, os quais logo após a cerimônia de inauguração puderam conferir de pertinho a qualidade e a diversidade dos produtos oferecidos em nossa loja.
Em seu discurso, Alexandre Simioni, diretor de operações do grupo Passarela, afirma que “nossos clientes podem ter a certeza de que trabalhamos de forma bem planejada e fundamentada para levar o melhor produto e atendimento à eles” lembrou também dos parceiros e amigos que o ajudaram desde a escolha da área bem como aqueles que idealizaram e executaram projeto.
Para facilitar a vida dos clientes, o Via Atacadista possui seu próprio cartão, o qual é feito na hora, podendo o cliente já usufruir dessa opção em suas compras. O slogan “tudo isso é economia”, já mostra a direção que é seguida pelo atacarejo, preço baixo e qualidade em seus produtos.
A rede Passarela, já tem confirmada a inauguração da terceira loja do Via Atacadista em Curitibanos- SC, uma vez que, o grupo visa chegar a marca de 10 lojas até 2020.

Pilates pelo bem do corpo e da mente dos mais velhos

Engana-se quem pensa que pilates é apenas um treino leve e tranquilo para se alongar. “As sessões trabalham as mais diversas aptidões, como a resistência muscular, a postura e a respiração”, esclarece a fisioterapeuta Walkiria Brunetti, de São Paulo.

E olha que bacana: um estudo realizado na Universidade do Sul de Santa Catarina mostra que até sujeitos mais maduros podem se beneficiar da prática. Para chegar a essa conclusão, foram recrutadas 61 mulheres com idade média de 64 anos. Metade realizou aulas durante quatro meses, enquanto a outra parcela não mexeu o corpo ao longo do mesmo período.

Os resultados apontam que as adeptas do pilates apresentavam mais flexibilidade, força, condicionamento e equilíbrio. “Além disso, observamos uma melhora em questionários que medem a satisfação com a vida e a autonomia”, observa a professora de educação física Vanessa Sanders, chefe da investigação.

Porém, antes de se matricular em qualquer academia ou estúdio por aí, fique atento às dicas listadas abaixo.

ALGUNS PONTOS PARA TIRAR O MÁXIMO DE PROVEITO DAS SESSÕES

– Converse com seu médico e veja se você está liberado para fazer os exercícios sem se prejudicar.
– Priorize locais que oferecem aulas individuais ou com poucas pessoas. Assim, o professor orienta melhor os alunos.
– Analise o currículo dos profissionais e veja se são formados em educação física ou fisioterapia.
– Vista sempre roupas leves e que facilitem a movimentação do tronco, dos braços e das pernas.
– Não há necessidade de pegar pesado logo de cara: a dificuldade das sessões progride aos poucos.
– Se você sentir dor em algum momento, há algo de errado. Avise o professor e veja se sua postura está ok.

A ORIGEM DO MÉTODO

Ele foi criado pelo enfermeiro alemão Joseph Pilates (1883-1967) e une princípios do ioga, das artes marciais e da meditação. Os movimentos e posições podem ser feitos no chão ou com o auxílio de aparelhos específicos.

Fonte: https://saude.abril.com.br/fitness/pilates-pelo-bem-do-corpo-e-da-mente-dos-mais-velhos/

Reposição hormonal: qual o método mais seguro para evitar trombose venosa?

Não há apenas uma forma de fazer a reposição hormonal nas mulheres. Das doses aos princípios ativos, passando pelas formas de aplicação, os especialistas podem adotar diferentes esquemas, dependendo de cada caso. Mas qual método teria menor risco de causar a trombose venosa (ou tromboembolismo venoso)? Essa foi a pergunta que um estudo da Universidade de Nottingham, na Inglaterra, buscou responder.

Os pesquisadores observaram as informações médicas de 80 396 voluntárias de 40 a 79 anos que foram diagnosticadas com esse problema. Os dados de outras 391 494 mulheres livres dele foram utilizados para fins de comparação.

Antes de apresentar os resultados, um recado: não se desespere e busque ler a matéria até o fim para compreender os verdadeiros pontos fortes e fracos dessa técnica.

Sem mais delongas, a reposição hormonal oral foi associada a um risco 58% maior de desenvolver a tal trombose venosa. Isso em comparação com mulheres que não receberam doses de hormônio por qualquer via. Além disso, comprimidos que só contém estrogênio foram considerados ligeiramente menos perigosos do que os que combinam mais hormônios.Risco de trombose não é certeza

Para quem não sabe, o tromboembolismo venoso consiste na formação de um coágulo nas veias, que geralmente atinge as pernas e provoca, entre outras coisas, dor e inchaço. O maior problema, no entanto, é quando esse trombo se solta e vai parar lá no pulmão, obstruindo a circulação de sangue. Essa é a temida – e, às vezes, letal – embolia pulmonar.

Agora vamos dar uma boa notícia. De acordo com o trabalho britânico, a reposição hormonal transdérmica (feita com adesivo ou gel colocados na pele, por exemplo) não foi atrelada a um risco maior de trombose venosa.

“No método oral, o estrogênio, ao passar pelo fígado, gera substâncias que favorecem a coagulação do sangue, o que predispõe à trombose. Isso não acontece com a reposição transdérmica”, diferencia a endocrinologista Dolores Pardini, diretora do Departamento de Endocrinologia Feminina Andrologia da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (Sbem).

De acordo com a médica, o estudo reforça – com muita qualidade – o que já era sabido entre os profissionais. “As vias não orais de reposição hormonal estão mais em voga hoje em dia”, afirma.

Dolores ainda faz um apelo: “Não podemos usar esses dados para desencorajar mulheres a fazerem a reposição. O que precisamos é individualizá-la de acordo com cada caso”.

Quando se associa o uso de um remédio qualquer a uma reação adversa, muitas pessoas pensam que esse problema vai acontecer em 100% dos pacientes. Mas não costuma ser assim.

No caso da reposição hormonal com comprimidos, por exemplo, o estudo inglês indica que há um episódio de tromboembolismo venoso a cada 1 076 usuárias. Dito de outra maneira, a maioria das mulheres que toma as pílulas não sofrerá com essa encrenca por causa das doses de hormônios sintéticos.

“É curioso como algumas pessoas têm medo da reposição, mas não se amedrontam com a obesidade ou as varizes, que são mais perigosas nesse sentido”, comenta Dolores, que também é chefe do Ambulatório de Menopausa da Universidade Federal de São Paulo.

Vários fatores aumentam a probabilidade da trombose. Tabagismo, histórico na família e idade estão entre eles. O médico basicamente junta essas e várias outras informações para, então, pesar os benefícios e os riscos de cada forma de reposição hormonal junto com a paciente.

AS VANTAGENS DA REPOSIÇÃO HORMONAL

Só para não deixar passar: essa estratégia costuma ser válida apenas para quem sofre com uma baixa concentração de hormônios femininos, o que é comum após a menopausa.

Dito isso, as benesses começam pela qualidade de vida. Ora, a reposição ajuda a contornar sintomas como fogachos, secura vaginal, infecções urinárias de repetição. Até as flutuações de humor e a falta de sono – mais frequentes nessa fase da vida – podem ser amenizadas com o tratamento.

Mas não para por aí. “Do ponto de vista médico, o principal benefício é a proteção cardiovascular”, sentencia Dolores. Quando bem empregado, o método auxilia a controlar a pressão e o colesterol, só para citar duas chateações que afetam o coração.

Os ossos também saem ganhando, uma vez que a restituição dos hormônios freia a perda de massa óssea. Como consequência, o risco de osteoporose cai consideravelmente.

OS CUIDADOS BÁSICOS COM A REPOSIÇÃO

Embora o foco aqui seja a trombose venosa, a reposição hormonal já foi ligada a um risco ligeiramente maior de câncer de mama. Apesar de essa probabilidade ser pequena entre a população em geral, mulheres com histórico desse tumor na família devem ter atenção redobrada.

Fora isso, o ideal é iniciar a terapia logo após a menopausa. “Há uma janela de oportunidade. A reposição deveria começar, no máximo, seis ou sete anos após a última menstruação”, afirma Dolores. “Ao demorar mais do que isso, os riscos podem superar os benefícios”, arremata.

São tantas particularidades que uma visita ao médico é fundamental. “Nada de imitar o tratamento da vizinha”, brinca a expert da Sbem.

O recado final de Dolores Pardini é: ao redor dos 50 anos, a mulher já precisaria realizar uma dosagem hormonal e discutir abertamente com o profissional sobre a reposição hormonal. Você já fez isso?

Fonte: https://saude.abril.com.br/medicina/reposicao-hormonal-qual-o-metodo-mais-seguro-para-evitar-trombose-venosa/

Cuidados para ter com a pele no verão

Sol, calor, mar e piscina: só de ouvir essa combinação sua pele já deu uma estremecida. É que cada um desses itens carrega uma característica capaz de danificá-la: queimaduras, desidratação, sal e cloro, respectivamente.
Mas isso não quer dizer que você não pode aproveitar o verão como ele deve ser aproveitado, basta tomar alguns cuidados com a pele no verão.

MUITO protetor solar
Nunca é demais repetir: use muito protetor solar durante o verão. Passe antes de sair de casa, ainda sem roupa, e reaplique toda vez que suar de mais ou entrar na água. Use FPS 15 ou mais elevados e lembre-se de aplicar boas quantidades: uma colher de chá para rosto, pescoço e orelhas e três colheres de sopa para o resto do corpo.

Chapéus e roupas
Protetor solar é muito importante, mas ele não salva sua pele sozinho. Aposte em chapéus e roupas para se proteger do sol, principalmente nos horários de pico.

Horário de aproveitar o sol
O melhor para a sua pele é que você evite se expor ao sol entre as 11h e 17h. Durante esse horário os raios solares estão mais intensos e as chances de queimadura são maiores.

Depilação?
Evite se depilar no mesmo dia em que for pegar sol. Isso porque a retirada dos pelos pode deixar algumas marquinhas e a luz solar as pigmentará, deixando a pele manchada.

Hidratação da pele
Após um dia na praia, lembre-se de devolver à pele um pouquinho da hidratação que ela perdeu durante as horas sob o sol. Use cremes e loções hidratantes para evitar ressecamento, rachaduras e aquele efeito descascado.

Beba muita água
Hidratar por dentro também é fundamental e deve ser feito o dia todo não apenas para salvar sua pele, mas também para evitar desidratação e mal-estar. Leve com você algumas garrafinhas ou certifique-se de que haverá um lugar para consumir água potável. Beba cerca de 2 litros por dia.

Fonte: https://claudia.abril.com.br/beleza/cuidados-para-ter-com-a-pele-no-verao/

Praticar atividades físicas pode ser a chave para a prevenção do Alzheimer

Segundo pesquisa publicada na revista Nature Medicine, a prática frequente de exercícios físicos pode retardar ou até mesmo prevenir a progressão do Alzheimer, que, comum à terceira idade, é responsável por causar, através da destruição de células cerebrais, danos irreversíveis à memória.

Em parceria com várias universidades do mundo, o estudo liderado por pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) teve como objetivo descobrir a relação entre a proteína irisina, cuja liberação é aumentada com atividades físicas, e o funcionamento do cérebro.

A equipe conduziu uma série de experimentos com camundongos e, por meio deles, obteve o seguinte resultado: quando os animais produziam ou recebiam por injeções uma quantidade maior da substância, tinham sua capacidade de retenção de memórias aumentada.

Além disso, também foi observado que os níveis de irisina de pacientes que sofrem com Alzheimer são mais baixos do que os de pessoas completamente saudáveis.

Como próximo passo, os cientistas pretendem estudar a atuação da proteína nos neurônios e, dessa forma, tentar obter um novo tratamento para a doença.

Fonte: https://mdemulher.abril.com.br/saude/praticar-atividades-fisicas-pode-a-chave-para-a-prevencao-do-alzheimer/

Ganhadores do Natal Todo Dia Passarela

A Rede Passarela Supermercados realizou durante o mês de dezembro/18, a campanha promocional “NATAL TODO DIA PASSARELA” que presenteou 30 clientes com vale-compras de R$ 1.000,00. Os sorteios foram realizados em Concórdia-SC, Erechim-RS e Herval d’Oeste-SC, de acordo com o regulamento da promoção.

Confira aqui os sortudos da promoção:

Lucas Zembruski de Erechim-RS

Daniel Santana de Concórdia-SC

Maria Salete Batista de Herval d’Oeste-SC

Noeli Amend Dahmer de Concórdia-SC

Helen Maria Salvador de Herval d’Oeste-SC

Carlos A. Dorigon de Erechim-RS

Antonio Meira de Concórdia-SC

Mara Alves De Lima de Concórdia-SC

Caroline Brunetto de Herval d’Oeste-SC

Marceli Hercilio de Concórdia-SC

Maicon Felipe Rodrigues de Erechim-RS

João Carlos Jatezak de Erechim-RS

Loreci Veber Schwingel de Concórdia-SC

Diógenes Francisco De Vargas de Herval d’Oeste-SC

Gedson Piecha Frasson de Erechim-RS

Jane De Oliveira Peixoto de Concórdia-SC

Euclides Bosqueira de Concórdia-SC

Claudia Hoffmann de Herval d’Oeste-SC

Vinícius Leonardo Dalla Veccchia de Erechim-RS

Bruno Dos Santos Barbosa de Herval d’Oeste-SC

Neli Salete Sarczyk de Erechim-RS

Leonilda Lasarim Volpin de Concórdia-SC

Diva Maria Paludo de Herval d’Oeste-SC

Janise Maria Petzhrold Grazziotin de Erechim-RS

Salvino Echter Hoff de Concórdia-SC

Sílvia Costa de Erechim-RS

Tami Rafaela Pascotto Dahmer de Herval d’Oeste-SC

Geraldino Krombauer de Concórdia-SC

Roberto Bobermin de Erechim-RS

Vivaldino Helfestein de Herval d’Oeste-SC

Grupo Passarela inaugura a primeira loja atacadista

Caçador fez com que a inauguração do Via Atacadista fosse um Sucesso. Milhares de pessoas prestigiaram a abertura da primeira loja de atacarejo do Grupo Passarela, na manhã dessa terça (04/12), na rodovia Honorino Moro, em frente a rótula do SESI.
Com a presença da família Simioni, autoridades, fornecedores, amigos e muitos clientes, podemos destacar todo orgulho que temos, dessa trajetória que se escreve a 28 anos no ramo supermercadista..
O Via Atacadista chegou para oferecer um novo jeito do comprar. Desde o comerciante, dona de casa e toda família, todo mundo pode aproveitar o mix variado de produtos e o preço diferenciado da loja.
A nova unidade no formato “atacarejo” recebeu investimentos de R$ 11 milhões e contempla uma loja com mais de 6 mil m² de área envolvendo o estacionamento e área de venda.
Alexandre Simioni, diretor de Operações do Via Atacadista, reforça a satisfação de abrir a loja em Caçador, a qual auxilia também o desenvolvimento da cidade onde podemos ofertar 90 empregos.  Além disso, Alexandre já confirma as inaugurações do Via Atacadista nas cidades de Videira, em janeiro, e Curitibanos, em março de 2019.
    
Confira como foi a inauguração.

Passarela Supermercados, presente na Frinape 2018

A FRINAPE é a maior feira da Região do Alto Uruguai. É um evento multi setorial que reúne indústria, comércio, serviços, agropecuária, tecnologia e artesanato. E nesse ano está comemorando o centenário de Erechim

O Passarela Supermercados se fez presente nesse evento dando continuidade a Expo Flor, nosso stand esteve levando flores lindas, coloridas e encantadoras de 09 a 18 de novembro, vindas diretamente de Holambra-SP a capital nacional das flores.

Com preços imbatíveis e uma qualidade inigualável chegamos ao último dia de feira com sensação de dever cumprido e já aguardando a próxima edição.

Passarela recebe Trofeu Migrante em 1º lugar na categoria Comércio

A noite da última terça-feira, 20/11, foi memorável pro Grupo #PassarelaSupermercados. Mais uma vez participamos da edição do Troféu Migrante, que homenageia quem se destaca na economia de Concórdia – SC e somos 1º lugar na categoria COMÉRCIO DE MÉDIO E GRANDE PORTE, conquista de todos que fazem parte desta grande família.

“Mais do que nunca, estamos no início de um novo ciclo de retomada de valores, com perspectivas mais sadias, onde o trabalho recebe seu devido e merecido valor. Da mesma forma, este trofeu valoriza cada um dos homenageados pelo trabalho, pela vontade de fazer de Concórdia um lugar cada vez melhor”, ressalta Alexandre Simioni, Diretor de Operações.